Central de Atendimento

(11) 4323-3935

ABERTO

24 HORAS

19/10/2018

noticias

Por: Erika Cristina

Hérnia Umbilical em Filhotes

Hérnia umbilical normalmente é de origem congênita, ou seja, uma malformação do nascimento.

Ainda no útero da mãe, assim como nós, os animais são nutridos pelo cordão umbilical. Após o nascimento, este cordão umbilical é rompido pela mãe com seus próprios dentes e ele demora cerca de uma semana para secar. Nesse período, a abertura na musculatura também fecha e cicatriza, porém em alguns animais não há um fechamento total, formando então a hérnia umbilical.

A hérnia umbilical então é uma protuberância na região do umbigo, podendo ser repleta por gordura, musculatura ou até partes de algum órgão, como o intestino.

Até os seis meses de vida o corpo ainda pode corrigir essa deformidade sozinho, mas passando disso a correção cirúrgica é indicada. Trata-se de um procedimento simples, que pode inclusive ser feito juntamente com a cirurgia de castração – para quem tem intenção de castrar seu animalzinho cedo.

Hérnias também podem ser causadas por um trauma, embora seja bem mais raro.

Por ser em sua maioria de origem congênita, é mais comum de ser percebida nos filhotes ainda logo novinhos, embora possa acontecer com cães adultos.

Percebendo qualquer aumento de volume diferente na barriguinha do seu animal, leve para uma avaliação veterinária.

Divulgue isto

    Leia também:

    Próximo: