Central de Atendimento

(11) 4323-3935

ABERTO

24 HORAS

21/11/2017

noticias

Por: Erika Cristina

Gato Estressado

Assim como com humanos, o estresse é prejudicial para a saúde dos animais. Cães são mais expressivos e, portanto, mais fáceis de ter o estresse identificado. Em contrapartida, os gatos são por natureza mais reservados, desta forma, necessitam de atenção especial para detectarmos se realmente estamos convivendo com um gato estressado.

Gato estressado pode indicar sinais

Alguns sinais podem nos indicar possível estresse nos nossos gatinhos. São eles:

Urinar no local errado

Muitas vezes pode ser por demarcação de território ou para chamar a atenção, mas é preciso atenção, pois somado a outros sintomas, pode ser um pedido de ajuda.

Lambidas e coceira excessivas

É normal todo gato se lamber, inclusive para se limpar, mas quando essa atitude começa a se tornar uma compulsão ou quando surgem falhas de pêlos ou feridas, é preciso atenção.

Miar sem parar

Muitas vezes a própria personalidade do animal vai determinar o quão vocal ele é. Mas miados altos e constantes não são totalmente normais. Observe também a expressão do gatinho, se ele demonstrar pânico ou agonia, leve-o a um veterinário.

Isolamento

Gatinhos estressados quase sempre isolam-se e até se escondem para ficarem mais quietinhos. Apatia e desânimo também são mudanças de comportamento que podem ser notadas.

Sono excessivo

Sono e preguiça também podem ser comportamentos observados em animais estressados. Fique atento a quantidade de horas de sono e também na mudança de frequência de movimentação do animal.

Agressividade

E o sinal mais facilmente observado é a agressividade e fácil irritabilidade.

Notados alguns ou todos os sintomas acima descritos o indicado é um acompanhamento veterinário para avaliação correta do animal e tratamento, se necessário.

 

Erika Cristina
Médica veterinária
CRMV-SP 38512

logo-instagram-32x32 Siga-nos no Instagram
http://www.instagram.com/meddog24horas
Divulgue isto

    Leia também: