Central de Atendimento

(11) 4323-3935

ABERTO

24 HORAS

06/08/2018

noticias

Por: Erika Cristina

Filhote Recém-Nascido Rejeitado

Por mais que a maternidade seja algo instintivo, inclusive para os animais, não é raro acontecer uma rejeição por parte das mamães. Principalmente quando houve a necessidade de uma cesária, onde a mãezinha estava anestesiada e não criou vínculos com os filhotes desde o nascimento.

Não significa que toda cesária gerará uma rejeição, pois muitas mãezinhas após retornarem da anestesia do parto, conhecem seus filhotes e aceitam eles super bem.

Quando em parto normal é mais raro, mas também pode acontecer uma rejeição materna. Mas o que fazer quando isso acontecer?

A mãe tem papel fundamental na vida dos filhotes

Nos primeiros trinta dias de vida, a mãe tem papel fundamental na vida dos filhotes. Elas alimentam, limpam, aquecem e estimulam a urinar e defecar.

Quando não existe uma outra cadelinha ou gatinha também recém parida, disposta a adotar esses novos bebês, todo esse trabalho fica por conta dos humanos.

Alimentação é realizada com leite especialmente desenvolvido para filhotes. Normalmente vendido em pó para ser diluído em água, esquentado é oferecido a 38°C. Pode-se oferecer diretamente numa seringa ou com o auxílio de chuquinhas/mamadeiras para filhotes. A quantidade indicada para a idade e o peso do bebezinho deve ser fracionada de forma a ser oferecido com intervalos de 1 ou 2 horas, podendo espaçar mais conforme os filhotes forem crescendo. Filhotes mamam até próximo de 30 dias.

Mantenha o filhote aquecido

Nos primeiros dias é muito importante um cuidado para que o animal se mantenha aquecido, pois eles ainda não possuem uma regulação térmica tão desenvolvida. A temperatura ideal de um filhote de cão ou gato é 38°C. Por isso é indicado o uso de aparatos para aumentar a temperatura, como aquecer no microondas luvas descartáveis com água dentro, que servirá como uma compressa térmica.

Para estimulação de urina e fezes é necessário passar uma gaze na vulva/pênis e ânus do bebezinho, simulando as lambidas que sua mãe daria para fazer esse tipo de estimulação.

Esses são cuidados que devem ser intensivos com os recém-nascidos. De fato, é trabalhoso substituir o papel de uma mãe, mas é possível sim que um filhote sobreviva com nossa dedicação e perseverança.

Divulgue isto

    Leia também:

    Anterior: